Brightest Flashlight Free

A app tem mais de 1 milhão de reviews na Google Play Store.

De acordo com a Federal Trade Commission, a app oferecia um lanterna virtual aos usuários e, roubava os dados do mesmo, como a localização e outras informações pessoais, sem a autorização do dono do smartphone. Em seguida, os dados eram enviados a empresas, a maior parte delas, de publicidade, que definiam que anúncios eram mostrados no ecrã de cada smartphone.

A desenvolvedora da app, a Goldenshore Technologies, assumiu a culpa e comprometeu-se a alterar os termos de utilização da app, passando a esclarecer que os dados obtidos serão enviados para outras empresas.

A aplicação não foi retirada da Play Store, mas agora é explicado, em conjunto com as informações da app, que as informações com ela coletadas, serão utilizadas por outras empresas. Caso o usuário não aceitar estes termos, a app simplismente não funciona.

 

Se gostou deste artigo, subscreva a nossa Newsletter para receber as últimas novidades do mundo da tecnologia no seu email!