WiFi

Com a facilidade que existe, nos dias de hoje, em invadir redes WiFi de maneira indevida, nunca se sabe se a nossa está devidamente protegida de invasões de terceiros. Pensando nisso, iremos dar-lhe algumas dicas essenciais para a proteção da sua rede e de todos os aparelhos a ela ligados.

 

Proteção Nativa

Os modelos mais recentes de roteadores (ou em inglês, “routers”), contam com uma firewall de fábrica, mas nem sempre estas vêm ativadas. A firewall do roteador / router é essencial para a proteção de possíveis invasões que venham a atormentar a sua vida. Para saber se a sua firewall está ativada, basta entrar na página de definições do seu roteador / router.

Existem diversos endereços para entrar na página de definições, dependendo da marca do seu aparelho. Por via das dúvidas, consulte o manual de instruções do dispositivo para encontrar o tal endereço e, também, o username e a respectiva senha. Após entrar nas configurações, basta verificar o estado da firewall. Caso esta esteja desativada, o processo de ativação da mesma é bastante simples, sendo preciso, apenas, um clique no botão de ativação.

 

Ficar de olho

Caso desconfie que estão a utilizar a sua rede WiFi de maneira indevida, por mais que você tenha tomado medidas de prevenção, existem programas que podem ajudar. Um exemplo é o NetMeter, que controla o seu consumo de dados e pode auxiliar na procura por alguma “brecha” na sua rede.

NetMeter

Usar a criatividade

Não poupe a imaginação na altura de criar uma password para a sua rede WiFi. Quanto mais letras e números a sua palavra-chave tiver, mais difícil será descobrí-la. Também é essencial utilizar o método de encriptação WPA ou WPA2, que ajudam muito na segurança do roteador / router.

Vale ressaltar que a garantia de proteção da sua rede nunca chega a ser 100%, ou seja, a atenção e a constante verificação dos aparelhos conectados é essencial para que a proteção seja a melhor possível.

Caso utilize outros métodos de proteção para a sua rede WiFi, comente e partilhe o seu conhecimento para que possamos enriquecer as nossas armas contra as invasões indesejadas.

 

Se gostou deste artigo, subscreva a nossa Newsletter para receber as últimas novidades do mundo da tecnologia no seu email!