Dropbox

O Silicon Valley, nos Estados Unidos, é um verdadeiro mar de grandes empresas do ramo tecnológico. Ao lado de gigantes, como a Apple e a Google, são as pequenas empresas, como a Dropbox, que o mercado procura. Esta empresa, que a maior parte de nós já conhece, recebeu cerca de US$ 250 milhões do fundo de investimento Black Rock e atualmente, a plataforma de armazenamento e partilha de arquivos na nuvem, foi avaliada em impressionantes US$ 10 bilhões / 10 mil milhões. O seu fundador e CEO, Drew Houston, de 31 anos, é um candidato a entrar na próxima edição da lista de milionários da Forbes.

A Dropbox é líder no mercado de armazenamento na nuvem

A Dropbox aparece como líder de um grupo de empresas que, apesar de ainda estarem a passar por um processo de constante evolução, já atingiram valores de mercado astronómicos. Esse grupo de empresas, conta com nomes como Pinterest, Square, Tumblr, Snapchat entre outras.

Entre as empresas citadas acima, a plataforma fundada por Drew Houston é talvez a que apresenta o melhor desempenho financeiro. O modelo de negócios da Dropbox é bastante simples. Os usuários têm um espaço livre de 2 GB gratuitos e para terem mais 100 GB de espaço, é necessário pagar US$ 9,90 por mês.

Dropbox

A empresa oferece também planos para empresas, estes com uma capacidade de armazenamento infinito e com diversas opções de personalização, o preço disto? Apenas US$ 15,00 por usuário! “Atualmente temos cerca de 200 milhões de usuários e 4 milhões de empresas”, afirmou Ana Andreescu, porta-voz da Dropbox. “A empresa está num momento incrível”.

Nos últimos anos, o faturamento da Dropbox subiu dos US$ 12 milhões em 2010 para uns espetaculares US$ 200 milhões em 2013. Apesar disto, a startup tem de enfrentar artilharia pesada, pois as gigantes Microsoft, Apple e especialmente a Google, passaram a atuar no segmento de armazenamento na nuvem.

A Microsoft e a Apple oferecem um serviço gratuito para os seus clientes e a Google oferece oito vezes mais espaço que a Dropbox, gratuitamente para qualquer utilizador com uma conta Gmail. Já a Microsoft, irá atualizar o design e o nome do seu serviço de armazenamento na nuvem. Você poderá saber mais sobre esta mudança ao clicar aqui.

Esta concorrência apertada fez com que muitos analistas ficassem com um pé atrás em relação ao alto valor estipulado para a Dropbox. “Um valor elevado costuma gerar uma maior pressão dentro da empresa”, disse Matt Murphy, do fundo de investimento e consultoria Kleiner Perkins Caufield & Byers.

Dropbox CEO

O CEO da DropBox, Drew Houston, acredita na superioridade da startup.

Esta disputa no mercado parece não abalar Drew Houston, o CEO da startup. “As empresas morrem por erros próprios, não devoradas pelas suas competidoras”, afirmou o empresário. Drew disse ainda que “Se não apresentarmos disciplina, haverá frustração. Não noa podemos contentar com o nosso sucesso inicial.”

Se gostou deste artigo, subscreva a nossa Newsletter para receber as últimas novidades do mundo da tecnologia no seu email!