Vic Gundotra

Vic Gundotra, o principal responsável pelo projeto Google+ e funcionário de longa data da Google anunciou ontem (24) que deixará a empresa. Pouco se sabe sobre a sua saída. Na sua declaração, o executivo limitou-se a dizer apenas que está a pensar em ‘novos ares’.
Gundotra era uma das principais pessoas da Google, sendo responsável por inúmeros projetos, sendo o mais importante destes, o projeto Google+, a rede social da companhia. Além disto, foi também um dos idealizadores do Google I/O, o evento anual da empresa voltado para desenvolvedores.

 

O que será o Google+ sem o seu principal criador?

O CEO da Google, Larry Page, expressou a sua gratidão pelo trabalho de Gundotra na empresa: “Você construiu o Google+ do nada. Existem poucas pessoas com a habilidade e coragem para começar algo como isso e eu estou muito grato pelo seu trabalho árduo e apaixonado”, comentou. Num dos seus posts, Page afirma que a companhia irá continuar a trabalhar duro “para construir novas experiências para um número cada vez maior de fãs do Google+”.

 

As mudanças no Google+ com a saída do seu idealizador

A saída de Gundotra foi o começo de uma série de mudanças que irão acontecer na rede social da gigante de Mountain View. Segundo fontes de dentro da empresa, o Google+ passará a ser visto como uma plataforma, e não mais como um serviço. Isto quer dizer que, com a saída de Vic Gundotra da Google, a rede social da companhia deixará de competir diretamente com o Facebook e com o Twitter.
Duas das mudanças na plataforma já são praticamente certas. A primeira delas é a integração obrigatória com o Google+ para o uso dos serviços da Google. A principal consequência desta mudança será no Youtube, que terá uma integração quase total com a rede social.

Google Plus Logo

Já a outra mudança não terá tanto impacto nos usuários, mas sim nos desenvolvedores do Google+, o grupo formado por cerca de 1.000 a 1.200 funcionários, será readaptado para outras áreas da empresa. O principal objetivo desta mudança é utilizar os funcionários da rede social para aumentar o grupo de desenvolvimento do Android.
Os rumores dão como certo o futuro obscuro da plataforma e a Google nega tal facto. Segundo um porta-voz da companhia, “As notícias de hoje não têm impacto na nossa estratégia do Google+, nós temos um grupo incrivelmente talentoso que vai continuar a construir grandes experiências para o utilizador através do Google+, Hangouts e Photos”.

 

Se gostou deste artigo, subscreva a nossa Newsletter para receber as últimas novidades do mundo da tecnologia no seu email!