Project Tango

Imagine um smartphone capaz de mapear o espaço e profundidade de um lugar qualquer e transmitir, em tempo real, as imagens para o utilizador. Este é o Project Tango, a mais recente ambição da Google. O projeto ainda está em fase de criação, com o seu protótipo disponível para um número muito limitado de desenvolvedores.

Confira os detalhes do primeiro smartphone com mapeamento 3D do mundo, o Project Tango!

 

Por trás do projeto estão vários anos de pesquisa e desenvolvimento em robótica e computação e parcerias da ATAP (braço do Google voltado para projetos complexos de tecnologia) com universidade de nove países. Isto tudo para que fosse possível juntar uma ideia inovadora numa carcaça pequena sem perdas de funcionalidades.

Durante a I/O 2014, a Google revelou que há uma parceria com a fabricante LG. Segundo a gigante de Mountain View, há ainda uma equipa da Google a trabalhar juntamente com a LG para trazer o Project Tango para o mercado o mais rapidamente possível, provavelmente em meados de 2015. A LG pronunciou-se sobre uma versão tablet do Project Tango, que possivelmente terá a mesma data de lançamento do smartphone.

 

Project Tango – Hardware

Project Tango desmontado

Protótipo do Project Tango desmontado. Reprodução: iFixit

O Project Tango, que tinha as especificações técnicas desconhecidas até então, teve o seu hardware revelado pelo site iFixit, que recebeu e desmontou um dos 200 protótipos do smartphone da Google. As configurações reveladas pelo site que desmonta aparelhos eletrónicos impressionam.

O aparelho conta com um processador Snapdragon 800, 2 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno. Para suportar a utilização do sensor 3D do gadget sem que a vida do mesmo seja curta, o aparelho possui uma bateria de 3000 mAh, o que é mais do que suficiente. Assim, o Project Tango poderá competir com os grandes smartphones do mercado.

Mas o que mais impressionou o pessoal do iFixit foi a facilidade de reparação do Project Tango. Praticamente todas as peças podem ser substituídas facilmente, com exceção do motor vibratório e das portas USB. O processo de desmontagem do gadget consiste em desapertar alguns parafusos. Uma possível substituição de uma peça pode ser feita por qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento na área.

 

O Project Tango na prática

Project Tango mapeamento

Exemplo de como o mapeamento irá funcionar.

O smartphone da Google quer inovar o ramo dos dispositivos móveis, dando-lhes uma compreensão em escala humana de espaço e movimento. Para isso, o gadget usa uma câmara com sensor de movimento, uma câmara 3D de profundidade e uma câmara comum. Todos os dados são processados em tempo real por duas CPUs dedicadas.

O aparelho utiliza o Android e reconhece apps criadas em C / C++, Java e com a engine Unity. Isto mostra que o Project Tango não será um gadget focado apenas no mapeamento 3D.

Protótipo Project Tango

O smartphone está disponível para qualquer desenvolvedor que esteja a residir atualmente nos EUA. Para receber um dos protótipos, basta preencher um formulário no site oficial da Google a explicar qual seria sua contribuição para o projeto, além de desembolsar uns meros US$ 1024.

 

Se gostou deste artigo, subscreva a nossa Newsletter  para receber as últimas novidades do mundo da tecnologia no seu email!