Display Super AMOLED

Composição de um display Super AMOLED.

Quando pensamos a respeito do Galaxy Round que é o mais recente smartphone da Samsung (apenas na Coreia do Sul), as primeiras perguntas que vêm à cabeça são: “Qual será a novidade desta vez?”, “Será que há grandes inovações?”. Claro que sim! O Galaxy Round é o primeiro smartphone comercial do mundo com um display curvo.

Além disso, o smartphone conta com outra novidade, o sistema “Round Interaction”, que permite ao utilizador consultar algumas informações simplesmente inclinando o dispositivo. O display usado no Galaxy Round é um display Super AMOLED. Sabe o que é essa tecnologia, pois bem, é do Super AMOLED de que vamos falar hoje.

A maior parte dos smartphones de topo da Samsung contam com esta tecnologia!

O Galaxy Round está apenas disponível no mercado sul-coreano, e atualmente só tem uma opção de cor, denominada de “Luxury Brown”. Caso este smartphone tenha sucesso no mercado sul-coreano provavelmente irá entrar no mercado ocidental pelos EUA. Se quiser conhecer mais sobre o Samsung Galaxy Round clique aqui.

Samsung Galaxy Round

O que é o display AMOLED?

Os displays AMOLED (Active-Matrix Organic Light-Emitting Diode) são uma variação das telas OLED (Organic Light-Emitting Diode), que, por sua vez, são construídas com suporte na tecnologia de telas TFT. Em outras palavras são milhares de pixels em uma tela, umas vezes iluminados, outras não, tudo através de uma ativação elétrica, que por sua vez é realizada através de isoladores, semicondutores e contatos metálicos dos TFT ligados diretamente à camada de vidro da tela, o que permite um autocontrole do momento em que deve brilhar ou não.

 

O que é o display Super AMOLED e quais as suas vantagens?

Os displays Super AMOLED merecem uma atenção especial neste artigo, pois são um tipo de displays mais finos e com muito melhor qualidade que os restantes.

A grande vantagem do AMOLED é tornar os displays mais finos, mais econômicos e com uma imagem ainda mais nítidas. A estrutura de uma tela AMOLED é composta por quatro camadas.

Já estaríamos satisfeitos com um display AMOLED mas para o Galaxy Round este tipo de tela já é ultrapassado, isto porque o Round, como já foi referido anteriormente, conta com um display Super AMOLED. “Super” porque nesta versão deste display a Samsung conseguiu eliminar mais uma camada de vidro e de ar, eliminando por isso o número de superfícies refletoras. Agora a espessura do sensor de toque é de apenas 0,001 mm!

Esta melhoria resulta em ainda mais economia de energia e em muito mais nitidez nas imagens. Por mais que esta tecnologia seja inovadora a ideia é tornar mais em conta o custo de fabrico do display. O que pode ser ótimo para nós, consumidores.

Um display Super AMOLED é composto por várias "camadas", que depois se unem, ficando com o aspeto de uma tela normal

Um display Super AMOLED é composto por várias “camadas”, que depois se unem, ficando com o aspeto de um display normal.

 

Super AMOLED, já está bom?

Talvez para nós, usuários, sim, mas para a Samsung não, o que vai suceder agora ao Super AMOLED é o Super AMOLED Plus que exibe 50% mais sub-pixels, o que vai torna a tela ainda mais nítida, a Samsung vem trabalhando para que essa tecnologia de displays ganhe mais dimensão.

Entenda melhor como funciona o display Super AMOLED neste vídeo:

Se gostou deste artigo, subscreva a nossa Newsletter para receber as últimas novidades do mundo da tecnologia no seu email!