Você já parou, alguma vez, para pensar no quão longe ainda podemos chegar com a tecnologia no setor automotivo?

A tecnologia utilizada no setor automóvel demonstrada em filmes de ficção científica está cada vez mais próxima de se tornar real. Diversas empresas já mostraram que tanta tecnologia misturada com muita imaginação, sofisticação e versatilidade podem e serão parte desta indústria em pouquíssimo tempo.

Os carros que possuem estas características inovadoras, segundo os seus criadores, perseguem o seguinte objetivo: tentar saciar toda ou parcialmente as necessidades dos condutores deste e do próximo século.

Diversas empresas estão a investir bastante em novas tecnologias, acreditando que estes carros futuristas serão uma fonte de grandes avanços tecnológicos para as próprias fabricantes. Marcas como a Ferrari, McLaren, Mercedes-Benz, Mazda, Faraday Future, Tesla, Toyota e BMW estão a dar passos cada vez maiores nesta direção.

Faraday Future FFZERO1

Praticamente todas as montadoras procuram inovar na sua gama de carros, sejam os carros desportivos, de luxo, para competições, os elétricos ou até mesmo os carros ecológicos.

Apenas neste ano, já conseguimos encontrar uma grande gama de carros futurísticos, com uma expectativa de chegarem ao mercado daqui a cerca de 10 anos, alterando por completo o visual dos carros que estamos acostumados a encontrar pelas ruas em que passamos.

No entanto, também sabemos que até ao lançamento destes carros no mercado muita coisa ainda está por vir, já que a tecnologia e os gadgets se renovam a cada segundo que passa.

Conheça alguns dos modelos de carros do futuro que se conseguiram destacar nas feiras automóveis ao redor do mundo nos últimos meses, carros com um design e tecnologia totalmente à frente do nosso tempo. Confira!

 

Ferrari Manifesto

Ferrari Manifesto

Consagrado como o Ferrari do futuro, é um dos mais recentes conceitos da famosa empresa automobilística. O modelo futurístico Ferrari Manifesto teve a sua origem ao vencer um concurso de design automóvel lançado pela marca italiana, o “Top Design School Challenge”.

O Ferrari Manifesto possui um design totalmente inovador e diferente de tudo aquilo que a empresa já havia criado anteriormente. Não foi à toa que o Ferrari Manifesto ganhou o prémio, mas sim pelo seu belo e impressionante design.

Segundo a empresa, este modelo reflete o que deverá ser a preferência dos consumidores do mercado automobilístico daqui a 25 anos, deixando os proprietários e todos aqueles que o veem na rua de boca aberta.

 

McLaren MP4-X

McLaren MP4-X

Com um desenho e tecnologias totalmente futurísticas e fora de tudo aquilo que a McLaren já produziu ou criou até hoje, o conceito de automóvel de competição do futuro MP4-X é inspirado nas emoções fortes e no espírito competitivo que é vivido no mundo da Fórmula 1.

Apresentado no final de 2015, o modelo MP4-X é uma montra e um exemplo do que a empresa inglesa pretende trazer para o mercado automotivo nos próximos anos.

Mais virado para o mundo da competição, este conceito possui um cockpit fechado em vez da opção aberta. Este tipo de design permite que os pilotos estejam muito mais protegidos em casos de acidentes a alta velocidade durante as corridas.

Nas suas últimas criações, a McLaren já começou a introduzir muitas tecnologias recentes e inovadoras, algo que tem sido muito bem aceite por todos os consumidores.

 

Faraday Future FFZERO1

Faraday Future FFZERO1

Apoiada pelo bilionário Jia Yueting, a empresa automóvel Faraday Future está a desenvolver uma nova tecnologia para carros elétricos que pretende revolucionar o mercado automobilístico.

O conceito elétrico Faraday Future FFZERO1 possui mais de 1.000 cv de potência. Com toda esta potência, o veículo consegue atingir os 100 km/h em menos de 3 segundos, além de alcançar uma velocidade máxima superior a 320 km/h.

Este é um dos avanços mais significativos para toda a linhagem de modelos de carros elétricos e tem sido muito bem visto por diversos empresários da área.

 

Mercedes-Benz Vision Tokyo

Mercedes-Benz Vision Tokyo

O Vision Tokyo é um exemplar único da empresa Mercedes-Benz. Este conceito é muito versátil e conta com características e funcionalidades que outros modelos não possuem.

Neste automóvel do futuro, os passageiros poderão contemplar toda a tecnologia de projeção de hologramas. Com ela, será possível usufruir de mapas em 3D e apreciar os melhores filmes de uma forma completamente nova, entre muitas outras funções.

O Vision Tokyo possui ainda um sistema de motores que é livre de qualquer emissão poluente. O veículo poderá percorrer, no modo elétrico, cerca de 190 km e no modo que utiliza células de combustível de hidrogénio (semelhante ao Mercedes F 015), é possível fazer 790 km sem qualquer reabastecimento.

Além do modo de condução autónoma extremamente avançado do Vision Tokyo, também é possível utilizá-lo como um carro convencional, deixando-o no modo manual, modo cujo condutor possui total controlo sobre o automóvel.

Mercedes-Benz Vision Tokyo interior

Ao possuir uma espécie de sofá no seu interior, ao invés de bancos convencionais, o Vision Tokyo foi pensado para proporcionar aos seus utilizadores grandes momentos de relaxamento, mesmo no meio do caótico trânsito do dia-a-dia.

O modelo tem uma capacidade para até 5 passageiros no seu interior, permitindo que todos tenham disponíveis todas as tecnologias e o mesmo aconchego durante o percurso.

Com um design totalmente futurista e fora do nosso cotidiano, o Vision Tokyo possui um visual inspirado em filmes como “Tron”. A sua pintura prateada conta ainda com inúmeros detalhes luminosos (através de LEDs azuis), que tornam a sua imagem ainda mais deslumbrante e cativante.

 

Mazda RX-VISION

Mazda RX-VISION

A Mazda também apresentou um carro conceito desportivo, o RX Vision, que trás de volta ao mercado automobilístico os motores rotativos. O seu motor, que está posicionado na parte dianteira, aliado a uma tração traseira, permitem que o veículo tenha uma traseira mais reduzida e um capô que é considerado um clássico, por ser bastante alongado.

Muitas das pessoas que chegaram a ver o RX Vision pensaram que o motor deste automóvel do futuro fosse gigantesco. No entanto, a tecnologia do motor rotativo permite que a unidade motriz seja bastante reduzida relativamente a outras mais convencionais. O seu motor dianteiro é alimentado pela nova geração de motores rotativos, denominada SkyActiv-R.

Mazda RX-VISION

A grande maioria dos automóveis da empresa Mazda foram sinônimos de motores rotativos durante um longo período, mas desde 2012 que a Mazda não desenvolveu mais nenhum veículo com este tipo de motor.

Agora, com o RX Vision, existe a esperança de que esta configuração mecânica volte ao mercado automóvel.

Segundo os engenheiros da empresa, os motores rotativos passam por alguns desafios quando são submetidos a testes para alcançarem as metas de eficiência de combustível e também as diretrizes de emissões.

Os motores rotativos possuem uma grande vantagem ao conseguirem armazenar um alto nível de energia dentro das suas caixas compactas, ao contrário dos motores a pistão.