3 tecnologias de realidade virtual que vão moldar o futuro da humanidade

O futuro está a bater à porta da sociedade moderna e, a cada dia que passa, mais tecnologias surgem no mercado ou protótipos são apresentados nas grandes feiras mundiais de tecnologia e gadgets. Algumas se destacam pela sua utilidade em massa e pela praticidade que poderão causar na vida de milhões de pessoas. A realidade virtual é uma das tecnologias que mais tem sido colocada em prática e submetida a testes, sendo também uma das que mais tem recebido investimentos no Silicon Valley (Vale do Silício). Este artigo irá apresentar três tecnologias relacionadas com a realidade virtual e as suas aplicações, que podem vir a ter muito sucesso nos próximos anos.

 

Óculos de Realidade Virtual (VR)

Como já foi dito acima, a realidade virtual (VR) está em alta, sendo que grande parte dos investimentos estão direcionados à produção e desenvolvimento de óculos de realidade virtual. O VR leva as pessoas para outro universo, totalmente novo ou uma cópia do real, o que pode ajudar em funções tanto de entretenimento (jogos e filmes) como no ensino (como simulações de ações ou momentos históricos). Os óculos VR já estão disponíveis no mercado, mas ainda não explodiram completamente.

Óculos de Realidade Aumentada (AR)

Menores e com outras funções, os óculos AR (Realidade Aumentada) unem o virtual ao mundo real. Estes funcionam basicamente como o jogo de sucesso Pokémon Go, sendo que a parte virtual poderia ser vista através dos óculos, sobreposta ao mundo real. Desta forma, seria possível ler notícias, acompanhar emails, entre outras ações sem deixar de prestar atenção ao que acontece à nossa volta. Os óculos de realidade aumentada ainda estão a entrar no mercado, sendo ainda bastante limitados relativamente ao seu enorme potencial futuro.

 

Magic Window

A “Janela Mágica” pode ser uma das melhores invenções para melhorar aulas e reuniões realizadas à distância. Com ela, duas pessoas podem estar em lugares diferente do mundo e, mesmo assim, ambas podem interagir com a mesma interface. Por exemplo, um aluno pode fazer um cálculo num quadro na América e um professor na Europa pode corrigir através da sua tela.

As aplicações práticas de todas estas tecnologias ainda estão um pouco limitadas devido ao facto de estarem constantemente a surgir novas ideias sobre como as produzir e como as colocar em prática. No entanto, os seus potenciais são enormes, pois poderão alterar profundamente muitos conceitos e ações que estão enraizados na sociedade atual, através das aulas no Magic Window ou das “viagens no tempo” realizadas com o auxílio da realidade virtual.